Muito se pensa que a “era OVNI” inicia-se com o avistamento de nove “discos voadores” feito pelo piloto Kenneth Arnold em 24 de junho, 1947, embora se conheçam finitas pinturas rupestres de períodos passados que demonstram que fomos e estamos sendo visitados por seres de outros planetas.

A história se passa quando o piloto estava ajudando na procura de um avião que havia desaparecido, foi quando ocorreu o avistamento, de início fascinado por aquilo, jurou verdade do fato independentemente de acreditarem ou não. O relato foi feito para o Chicago Daily Tribune: “A primeira coisa que notei foi uma série de flashes nos meus olhos como se um espelho refletisse a luz solar pra mim… ”. Ele afirma que o objeto atingiu uma velocidade estimada de 1.200 quilômetros por horas.

O termo “disco voador” foi proposto pelo repórter Bill Bequette ao divulgar o fato, embora o piloto descrevesse a maneira como o objeto voava semelhante a um disco jogado através da água, e não necessariamente a sua forma como interpretou o repórter durante a entrevista.

Os militares dos EUA tentaram ignorar os relatos de avistamento de Arnold, mas como a história cresceu foi feita uma reunião no Pentágono, em 7 de julho de 1947, apenas alguns dias após o acidente de Roswell tendo como decisão de acompanhar relatos de discos voadores. Mais tarde, Arnold recebeu um pedido da Continental Air Command para uma entrevista, onde os resultados foram incluídos no Projeto Blue Book.

Ilustração feita por Kenneth Arnold de um dos nove objetos que avistou.

Ilustração feita por Kenneth Arnold de um dos nove objetos que avistou.

Esse relato foi um dos primeiros de muitos sobre OVNIs que a mídia dos EUA iria relatar no ano de 1947, de fato é que o cara estava no lugar certo, na hora certa, para permanecer nos arquivos que tratam de OVNIS.

Fonte: ContatoUFO

O que achou do artigo? Comente!

Related Posts