A China vai desalojar 9 mil pessoas de uma remota área da província de Guizhou por causa da maior antena do mundo, projetada para captar sinais de vida extraterrestre.

Segundo a agência chinesa Xinhua, as pessoas serão retiradas do local para que o telescópio FAST não sofra problemas de interferência de sinal em suas buscas por civilizações avançadas pelo Universo. Todos que moram num raio de 5 quilômetros de Dawodang terão que sair e serão indenizados em, aproximadamente, 1.800 euros.

[VEJA TAMBÉM: Arquivos secretos da CIA revelam centenas de avistamentos óvnis na Europa]

As obras do telescópio começaram em 2011 e sua inauguração deverá ocorrer no próximo mês de setembro. A enorme antena é composta por um disco de recepção de 500 metros, projetado para captar sinais de rádio emitidos a milhões de anos-luz da Terra. Até o momento, foram gastos 100 milhões de euros, de acordo com o governo chinês.

Além de sinais extraterrestres, o FAST fará uma catalogação da distribuição de hidrogênio atômico neutro no Universo, busca de matéria escura e energia escura e a identificação e observação de pulsares.

Fonte: History

icone_facebook-03 deixe-seu-comentario

Related Posts