Astrônomos de uma universidade do Canadá alegam estar recedendo sinais extraterrestres de nada menos que 234 estrelas.

O relato dos pesquisadores Ermanno Borra e Eric Trottier, da Universidade Laval, em Quebec, consta em um artigo publicado na revista “New Scientist”.

Borra havia sugerido em 2012 que diversas civilizações alienígenas poderiam estar enviando sinais laser à Terra para se comunicar com seus habitantes. O cientista dizia que, com uma análise matemática correta, seria possível detectar explosões periódicas de luz ocultas no espectro de uma estrela, enviados como mensagens estelares.

A partir dessa hipótese, Trottier localizou, em um mapa tridimensional do Universo, 2,5 milhões de estrelas, à procura de sinais de comunicação interplanetária. O resultado revelou que 234 astros poderiam estar emanando feixes de luz com essas características.

Para defender sua teoria, Borra explica que a grande maioria das estrelas possui características similares as do nosso Sol, mas ressalta a necessidade de continuar estudando outras explicações possíveis para o fenômeno. “Temos que seguir uma abordagem científica, não emocional. Mas, intuitivamente, minha emoção me diz agora: tenho uma forte suspeita de é um sinal extraterrestre”.

Outros cientistas são menos entusiastas e afirmam que Borra e sua equipe saltam para conclusões precipitadas, sem considerar todas as explicações naturais cabíveis.


Fonte: RT

Imagem: Marc Ward/Shutterstuck.com

 

Related Posts