Muita gente deve imaginar como deve ser o interior de uma pirâmide do Egito.

Pois a estrutura de uma delas acaba de ser revelada pela primeira vez, usando tecnologias inovadoras. Arqueólogos aplicaram técnicas usadas anteriormente no mapeamento do interior de vulcões ativos para explorar o interior dessas construções milenares.

As técnicas foram usadas na Pirâmide Curvada, construída a cerca de 4.500 anos. Ela tem esse nome devido ao formato de suas paredes externas. Os scans obtidos com a tecnologia mostram a câmara interna do monumento.

Além dessa, outras quatro pirâmides serão investigadas no projeto ScanPyramids, realizado em conjunto entre a Faculdade de Engenharia da Universidade do Cairo o instituto francês HIP, sob a responsabilidade do Ministério de Antiguidades do Egito.  As outras estruturas que serão investigadas são as pirâmides Vermelha, Queóps e Quéfren.

O projeto mescla diferentes tecnologias, como termografia infravermelha, radiografia de múons e reconstrução 3-D. Tudo isso para melhor entender os monumentos e identificar a presença de estruturas internas e cavidades desconhecidas.  O vídeo abaixo mostra um pouco do projeto:

 

Fonte: History

curta_fanpagedeixe-seu-comentario

Related Posts