Conhecido como o “Papa Bom”, Angelo Giuseppe Roncalli, o João XXIII foi papa entre os anos  de 1958 e 1963, carregando o lema ‘Obediência e Paz’. Para muitos João XXIII foi a maior figura carismática da história recente, e conhecido por algumas profecias, sendo lançado um livro chamado “As profecias do Papa João XXIII, A história da humanidade de 1935 à 2033”.

No livro do escritor italiano Pier Carpi, encontramos a seguinte profecia: “As luzes do Céu serão vermelhas, azuis e verdes, e velozes. Crescerão. Alguém vem de longe. Quer conhecer aos homens da Terra. Já tem tido encontros. Mas quem viu realmente tem guardado silêncio”.

Papa Joao e um Ser de outro planeta - To no CosmosJá se sabe que um dos locais mais misteriosos e sombrios do mundo é o Vaticano, a Igreja detentora de grande parte do poder mundial, espalhada pelos cantos do mundo há séculos.

Então vamos para uma noite do ano de 1961 nos isolados e suntuosos jardins do Castel Gandolfo, casa de veraneio dos pontífices localizada aos arredores de Roma. Segundo o relato de um dos cardeais escolhidos pelo Papa Francisco, e na época secretario pessoal do Papa João XXIII, Loris Francesco Capovilla, João XXIII teve um encontro com seres de outro planeta naquela noite.

A matéria foi publicada cerca de 20 anos depois, em 1985 pelo jornal britânico The Sun, mas ninguém teria dado importância ao assunto.

roncalli-e-capovilla - To no Cosmos

O Papa João XXIII com o seu então secretário Loris Capovilla em um passeio por um jardim. O que descreve bem o ocorrido.

“Era de forma oval e tinha luzes intermitentes azuis e âmbar. A nave pareceu sobrevoar nossas cabeças, depois aterrou sobre a grama no lado sul do jardim. Um ser saiu da nave, era completamente parecido com um humano, a exceção de que estava rodeado de uma luz dourada. Sua Santidade e eu nos ajoelhamos. Não sabíamos o que estávamos vendo. Mas soubemos que não era deste mundo, portanto devia ser um acontecimento celestial. O Santo Padre levantou-se e caminhou para o ser. Os dois ficaram juntos de 15 a 20 minutos, pareciam conversar telepaticamente. Eu não escutei nenhuma voz. Eles não me chamaram, de modo que permaneci onde estava e não pude ouvir nada do que falaram. O ser deu a volta e caminhou para sua nave, em seguida marchou.

O Sumo pontífice dirigiu-se para mim e me disse: Os filhos de Deus estão em todas as partes; algumas vezes temos dificuldade em reconhecer a nossos próprios irmãos“.

Loris Capovilla disse que o Papa João XXIII nunca teria comunicado com outra pessoa esse acontecimento, mas é provável que outras pessoas da Igreja Romana saibam do que realmente aconteceu naquela noite do ano de 1961, assim como outros segredos que jazem lá dentro.

Pe. José Funes - To no CosmosEm 14 de maio de 2008 em uma entrevista para o jornal italiano ‘L’Osservatore Romano’, o padre e diretor do Observatório do Vaticano, José Gabriel Funes, contrariando a fé católica e o que a Igreja vem impondo durante todos esse anos, disse: “Deus pode ter criado vida inteligente em outras partes do Universo e com isso seriam nossos irmãos”.

Esse postura nos leva a crer que a Igreja Católica está preparando o terreno para uma possível revelação em breve sobre a vida em outros planetas.

Fonte: Tô no Cosmos

curta_fanpagedeixe-seu-comentario

Related Posts