Um documentário transmitido no History Channel alcançou a fama quando se divulgou informações sobre uma suposta visita de um ser incomum em uma pequena aldeia no Japão no ano de 1803.

A história começou no dia 22 de fevereiro, quando os moradores daquela aldeia, que é agora o Ibaragi Moderna, relataram ter visto um estranho objeto flutuante que foi lentamente se aproximando do mar para a costa.

Os pescadores relataram uma nave incomum, que mais tarde foi considerado como um OVNI. Uma jovem de 20 anos teria saído do objeto para atordoar os moradores com sua aparência física estranha.

utsurobune - To no CosmosEla tinha um cabelo muito longo e a pele rosada e estava falando em uma língua desconhecida.

O OVNI medida 3 metros de altura e 5,5 metros de diâmetro.

Haviam quatro janelas protegidas com palavras impressas que são ilegíveis para os seres humanos. A história foi publicada em 1825 e 1844 através dos livros “Ume no Chiri” e “Toen Shosetsu”, como conta o site The Living Moon.

tsuro history - To no Cosmos

Imagens de um documentário feito pelo History Channel.

Na obra Toen Shousetsu, encontramos a história “utsurobune no banjou”, a mulher estrangeira no barco oco, que nos contra que, em 22 de fevereiro de 1803, em Harayadori, na província de Hitachi, ao nordeste do Japão, foi avistado um estranho barco.  No “Ume no Chiri”, a história se passa em 24 de março do mesmo ano. Ambas contam o mesmo relato, cada um com suas próprias palavras, sobre uma bela mulher estrangeira em um oco barco circular.

A identidade da mulher não foi verificada nem sua origem localizada. Mas os moradores que testemunharam o fenômeno disseram que a mulher não era inata na Terra.

O vídeo abaixo em português, é bastante ilustrativo sobre o ocorrido.

Fonte: Tô no Cosmos

curta_fanpagedeixe-seu-comentario

Related Posts