A NASA divulgou uma imagem impressionante envolvendo um de seus projetos mais recentes.

Nela podemos ver o abalo na atmosfera quando uma onda consegue superar a velocidade do som, como se fosse uma explosão. As ondas de choque causadas pela aeronave supersônica T-38C foram capturadas pelos centros de pesquisa Armstrong e Ames, por meio de um método inovador.

Trata-se do chamado “Background-Oriented Schileren Using Celestial Objects” (BOSCO), que é capaz de registrar ondas de choque supersônicas utilizando o Sol como pano de fundo para chegar a um contraste nítido de luz. O aprimoramento da tecnologia de processo de imagens permite capturar centenas de observações a cada onda de choque. Ao visualizar esses complexos padrões, os pesquisadores da NASA terão mais dados para desenvolver o chamado Quiet Supersonic Transport (QueSST), ou Transporte Supersônico Silencioso, em tradução livre.

O QueSST será uma aeronave supersônica que irá produzir um estrondo “suave” ao invés de um ensurdecedor ruído sônico. O mais celébre avião supersônico comercial, o Concorde, foi aposentado devido ao transtorno que esse barulho provocava em regiões densamente habitadas. A nova tecnologia poderá revolucionar o futuro do transporte aéreo.

Fonte: History

curta_fanpagedeixe-seu-comentario

Related Posts